14 de fevereiro de 2014

RESENHA | Traída – Série House Of Night – vol.II, P.C. Cast & Kristin Cast


*Esse livro está participando da Maratona Literária de Fevereiro


331 páginas, SKOOB

AI. MEU. CHESUS.

  Gente, Traída despedaçou meu coração. Não consigo definir o livro de outra forma a não ser algo como freneticamente emocionante.

  Prepare-se, você vai chorar lágrimas do tamanho de bolas de golfe, vai amar tanto Zoey, vai querer proteger os amigos dela e a Morada da Noite, mas como uma mãe sábia, vai soltar da mão deles e deixar que cresçam sozinhos. ~filosofei~

  Neste segundo volume as coisas literalmente pegam fogo. Em vários sentidos.

  Alguém importante é roubado da vida de Zoey, mais de uma vez. No meio desse turbilhão de sentimentos Z. precisa se concentrar nos sonhos que vem tendo, pois talvez sejam mais do que isso, talvez sejam avisos. E através de uma reviravolta que se delineou em Marcada, ela recebe ajuda da pessoa mais detestável da trama, mas calma, não eleja ainda seus personagens que vão concorrer ao Oscar de “cachorrinha fedida” do ano. (Um parêntese: vocês vão achar graça dos “apelidos” que surgem nas páginas. Sempre dou risada sozinha imaginando as cenas e as vozes dos personagens.)

A escuridão não equivale ao mal, assim como a luz nem sempre representa o bem.” Esse foi o conselho que Nyx deu a Zoey, e enquanto ela honrar os ensinamentos da sua deusa ela estará no caminho certo.

  Uma das coisas que mais me chamou a atenção em HoN é a forma como a religião é tratada, não há aqui aquele fanatismo religioso, e achei a sociedade vampírica bem estruturada em suas crenças a uma deusa que prega sabedoria, lealdade, autenticidade e amor acima de tudo. Aliás, o grupo dos fanáticos está representado sim, e o padrasto de Zoey é o tipo de pessoa que acredita que tudo aquilo que foge do comum é coisa de satanás, e que os vampiros são uma aberração do mal. É bem propícia essa abordagem, eu vejo que por trás disso o maior intuito das autoras é deixar claro que tem espaço no mundo para todas as crenças, mas que nenhuma tem o direito de querer se sobrepor as outras.

  Voltando ao enredo no geral, mais uma vez nossa vampirinha especial precisa da ajuda de seus amigos novatos para salvar alguém que ela ama, e aqui um novo personagem humano é inserido, alguém que compreende a causa vamp e não tem intolerância nenhuma aos novatos. Com a ajuda desse personagem ela consegue organizar um plano para evitar mais mortes e enfim aceitar que o mal se infiltrou na morada da noite, oculto sob uma face resplandecente.

  Em Traída as máscaras começam a cair, alianças começam a se formar, quem parecia detestável pode se regenerar, quem parecia a personificação da bondade, pode trocar de lado...

  Precisei de poucas horas para concluir a leitura, tanta emoção escorrendo das páginas que é impossível parar de ler. Zoey se mostra cada vez mais uma protagonista bem equilibrada, que segue sua intuição e que mesmo tendo seus momentos de fragilidade irá sempre até o fim do mundo para ajudar aqueles que conquistaram sua afeição.

  Infelizmente o problema da primeira edição se repete, por um desleixo de formatação uma cena termina e outra começa sem que haja qualquer aviso visual. Quanto à edição, é minha única reclamação.

  Não havia comentado na resenha de Marcada o quão incrível eu acho cada capa da série, esse é o caso onde menos é mais. E sobre capas, um parêntese: mesmo sabendo que é uma série sobre vampiros, que amam a noite, confesso que já imaginei as capas com fundo branco e as luas, bem como os desenhos, com sombras avermelhadas. Já quero um box assim, onde pede? :D

Beijoux ;*

P.S: Todo mundo comemorando junto comigo o aniver do blog e participando da Promo? *-*

6 comentários:

  1. Olá, tudo bem?
    Não comecei a ler essa série e nem pretendo, até porque ela é imensa e parece que nunca irá acabar, rsrs. Sem contar que ando fugindo de séries no momento, tenho tantas que nem nunca acabei! Aliás, nem sei como eles conseguem inovar nas capas já que são tantos livros, mas elas são realmente lindas!
    Beijos.

    memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Loola, tudo bem?
    Vi seu blog no Desejo Literário e resolvi espiar. =)
    Eu já tive curiosidade pela série House of the Night, mas são tantos livros que me desanima a começar... =/
    Quem sabe um dia, né? Hehehe
    Beijos,
    Priscilla
    http://infinitasvidas.wordpress.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Loooolita!!!
    Esse livro parece ser ótimo mesmo!!
    Sempre fico p/pegar e nunca pego!
    Beijo!

    minhassingularidades.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Já vi muitas resenhas positivas dessa série, mas ainda ñ tive a oportunidade de ler! Adorei sua resenha, fiquei ainda mais curiosa, e pretendo ler em breve!!

    http://livroinfinito.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Olá!!

    Jura que é tudo isso?? Comprei os 4 primeiros e tô querendo começar a ler.
    Só me desanima o número de livros lançados, mas se vc diz que é tão bom e tão rápido, aí me dá mais coragem, rs.

    Adorei a resenha apaixonada ♥

    Bjkas

    Lelê Tapias
    http://topensandoemler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Só li até o terceiro, e adorei!!! Acho a mistura feita pelas autoras bem incrível com vampiros e deusas vamíras como Nyx. A zoey é apaixonante e adoro a relação deles com os gatos, uma forma toda especial de falar de proteção dos animais.

    Parabéns pelo blog!
    Adriana Medeiros
    minhavelhaestante1.blogspot.com

    ResponderExcluir

Sua opinião alimenta minha criatividade, então você pode contribuir para um blog melhor simplesmente comentando :D Para dúvidas, sugestões ou bater um papo, mande e-mail para agarotadalivraria@gmail.com