1 de setembro de 2012

RESENHA | Toda a Verdade – David Baldacci

Arqueiro, 294 páginas. 
Exemplar de Parceria

Shaw trabalha para uma agência secreta de inteligência, sua vida se resume a matar bandidos perigosos sem se preocupar se vai sair vivo ou não. Talvez por isso ele seja o melhor homem da companhia. Mas quando ele resolve casar e mudar de rotina ocorre um massacre no prédio onde sua namorada trabalhava, acabando com todos os seus planos. Sozinho novamente ele começa a juntar peças para ligar o massacre a onda de caos que vem pairando sobre os países obrigando-os a reviver os tempos de Guerra Fria. E no meio disso conhece a decadente jornalista Katie James, que graças a sua curiosidade se coloca na mira de gente poderosa que pode esmagá-la como uma formiga. Entretanto ainda que você crie uma mentira que de tão bem fundamentada acabe realmente parecendo uma verdade, nada continuará de pé frente a ira de um homem nascido para matar, que não medirá esforços para vingar a morte da mulher que ama...

   Basicamente esse é o pano de fundo do enredo criado por Baldacci. Aparentemente imagina-se que é mais um ótimo livro envolvendo ficção-policial. Porém, isso fica apenas na aparência.

   O livro começa hesitante, como se o autor estivesse inseguro, querendo explicar tudo e ao mesmo tempo deixar a história fluir. É necessário ter paciência para com os capítulos iniciais, pois a narração é arrastada e um pouco confusa.

  David lida com muitos personagens no mesmo enredo, e posso dizer que faltou um pouco de talento para ele ao conduzir as apresentações. Mas o livro engrena e parece que o autor finalmente encontra seu ritmo para seguir com o enredo.

   No entanto não há um clímax estupendo no decorrer dos capítulos. Bom, talvez haja um, mas não o suficiente para nos deixar com olhos brilhando, nem nada do tipo. Não há o frenesi de saber que tudo está próximo da resolução. Creio que isso se deva ao fato de que o leitor tem uma impressão muito clara do que vai acontecer. Devemos essa sensação á personalidade de Shaw, um homem forte que não tem mais medo de sofrer consequências.


  Ele não é um detetive, mas depois de conhecer a jornalista ex-famosa, Katie James, que por sua vez conheceu a namorada assassinada de Shaw, ele percebe que não há como investigar quem está por trás do atentado sem a ajuda dela. A busca dos dois recebe ajuda logística do chefe de Shaw e a partir do momento que as suposições se tornam cada vez mais verdadeiras a vida deles corre mais e mais perigo.

   Tudo gira em torno de um vídeo divulgado na internet, acusando a Rússia de estar planejando uma nova ordem mundial, querendo destruir todo e qualquer país que se erguesse contra a sua futura hegemonia. Isso causa uma onda de desconfiança, o que por sua vez passa a incutir na mente dos governantes das maiores potências mundiais a necessidade de uma corrida armamentista já que elas esperam que os Russos malucos ponham fogo no mundo a qualquer momento. Mas até onde vai a verdade disso tudo? Será que novos tempos e uma nova versão da Guerra Fria estão para se instalar no mundo?

   No geral é um enredo um pouco confuso e por vezes maçante, mas o conceito com o qual o autor amarra a história, a Gestão da Percepção, que consiste em criar uma inverdade e apresentá-la ao mundo de forma tão irresistível que ninguém consegue parar para refletir se aquilo realmente é verdade, foi algo bastante novo para mim mas não menos interessante. 


  Os dois personagens chave (na minha visão), Shaw e Katie, conseguem cativar o leitor o que faz com que tenhamos vontade de ajudá-los e protegê-los, tornando a história atraente quando eles estão em foco no capítulo.

  A Arqueiro fez, como de costume, um bom trabalho de revisão e usou páginas amareladas e cheirosas. A capa não é grande atração, mas está contextualizada com o enredo o que faz dela um ponto bem positivo.

Analisando pontos positivos e negativos, o livro fica entre razoável e bom.

 
E aí, o que você achou da resenha? Se você já leu o livro, por favor me conta aí nos comentários se você concorda ou discorda da minha opinião :D

0 Comments:

Postar um comentário

Sua opinião alimenta minha criatividade, então você pode contribuir para um blog melhor simplesmente comentando :D Para dúvidas, sugestões ou bater um papo, mande e-mail para agarotadalivraria@gmail.com