26 de janeiro de 2012

RESENHA | Strange Angels: O resgate – Lily St. Crow


287 páginas, Novo Século

O Mundo Real é um lugar apavorante. Basta perguntar para Dru Anderson, uma órfã de 16 anos - garota durona que já acabou com sua parcela de bandidos. Ela está armada, é perigosa e está pronta para atirar primeiro e perguntar depois. Então, vai levar um tempo até que ela possa descobrir em quem confiar.
Dru Anderson se acha estranha por mais tempo do que é capaz de se lembrar. Ela viaja de cidade em cidade com seu pai, caçando coisas que nos aterrorizam à noite. Era uma vida bem esquisita, mas boa - até que tudo explode em uma cidade gélida e arruinada de Dakota, quando um zumbi faminto arromba a porta da cozinha. Sozinha, aterrorizada e sem saída, Dru vai precisar de cada pedacinho de sua esperteza e treinamento para continuar viva. Seres sobrenaturais decidiram ser os caçadores – e desta vez, Dru é a presa. Chance de sobrevivência? De pouca a nenhuma.
Se ela não durar até o amanhecer, acabou a brincadeira.

Aviso I: Antes de qualquer coisa, lembre-se que esta é a minha opinião sobre o livro em sua versão traduzida. No futuro após ler a versão original minha opinião pode vir a mudar.

  Strange Angels é um livro de ficção narrado por Dru Anderson, uma garota aparentemente comum que viaja pelo mundo com o pai desde que a mãe morreu. Eles caçam monstros que fazem parte do Mundo Real, um lugar onde chupa-sangues, fantasmas, lobisomens e todo o tipo de criaturas não figuram apenas em pesadelos, mas são reais e muito, mas muito hostis.

  Em uma noite o pai de Dru sai sozinho para resolver um problema. E nunca mais volta.

  Graças ao seu sexto sentido que tem sabor de laranja azedinha, e dependendo do caso pode assumir outros sabores não convencionais, Dru sempre sabe quando o perigo está próximo. E dessa vez ela pressente que o pai se meteu em algo maior do que ele poderia lidar. Agora ele está morto e a pobre Dru precisa aprender a sobreviver.

  De início o enredo parece cativante, cheio de aventuras, romance e muita ação. Notem bem a palavra “parece”. Porque de cativante o livro não possui absolutamente nada.

O   problema todo começa que a sinopse expõe Dru como uma guerreira, uma garota firme que mesmo tomada pelo medo e pelo pavor coloca a mente para funcionar e acaba achando uma saída. Temos essa impressão lendo trechos como “Ela está armada e é perigosa” e “Dru vai precisar de cada pedacinho de sua esperteza e treinamento para continuar viva.”

   Bem, esqueça. A garota não passa nem perto dessa descrição. Dru é uma pirralha que só sabe choramingar, reclamar que está sozinha e que não sabe o que fazer de agora em diante. Não tem maturidade e nenhum senso de humor. Ela fica indo e voltando em questões descabidas e nem por um segundo consegue seguir uma linha de raciocínio.

   Se não fosse por Graves, o garoto gótico que ela conhece na escola, ela já teria sido comida por um monstro qualquer. Ele age com maturidade, cuida de Dru quando ela sai de casa e fica do lado dela mesmo quando ela se vê obrigada a contar para ele os fatos sobre sua vida, sobre como ela e o pai saiam por aí aniquilado fantasminhas e desfazendo feitiços.

   Graves é o único personagem que faz alguma diferença no livro. Ele te impulsiona na leitura que é sofrível, arrastada e sem nenhum grande atrativo. A tradução é bordada de erros do início ao fim, e a impressão que eu tive é que o livro não passou pela revisão, pois os erros de concordância são gritantes e repetitivos.

   Lily St. Crow foi com muita sede ao pote, e a imaturidade da personagem central parece refletir a sua inexperiência própria. Ela tentou criar um livro que mostrasse as dificuldades de ser adolescente, de como as dúvidas e as preocupações são recorrentes ainda mais quando não há nenhum adulto para cuidar de Dru. Ela tentou. Mas não conseguiu.
“Ajeitei meus dentes e respirei do jeito que minha avó tinha ensinado, (...)” – Página 82, Capítulo 7.

  Minha Nossa Senhora dos Revisores, ajuda aqui!!!

*Esclarecimento: antes que você comece a criar explicações para a frase, não, não havia uma cena de luta onde a personagem pudesse estar colocando no lugar dentes que poderiam ter sido quase arrancados nem nenhuma variação de cena de luta. Dru estava apenas de joelhos.

   Inexperiência é uma das palavras que classifica Strange Angels. Além de uma narrativa confusa, as descrições do livro deixam a desejar tanto quanto a história em si, pois em alguns momentos uma determinada situação está sendo narrada, e no parágrafo seguinte Dru já está descrevendo outra situação que você não consegue unir ao que estava acontecendo segundos atrás.

   O mesmo acontece na descrição das cenas de luta. Você fica completamente perdida porque a narração de Dru é uma grande confusão. Eu esperava uma reviravolta, uma melhora na escrita a medida que Dru e Graves fossem se conhecendo e descobrindo pistas sobre o que aconteceu ao pai dela.

   Contudo, não houve grandes revelações, nem romance, nem cenas emocionantes, nem personagens que valessem a pena conhecer mais a fundo. Basicamente um monte de palavras, muitas a esmo, jogadas em muitas folhas que no final, para variar, não levam a lugar nenhum.

   Este é o primeiro de uma série de 5 livros os quais com certeza não ocuparão espaço em minha estante.

 
Depois de todo esse desabafo, quero saber: quem concordou com o que escrevi e quem discordou? Comenta aí embaixo e vamos conversar.
 
P.S: Peço a você que leu Strange Angels e adorou, que não leve como ofensa pessoal, eu apenas me decepcionei gigantescamente com o livro e no meu dever de ser sincera expus todos os meus argumentos para demonstrar o porquê dessa decepção.

14 comentários:

  1. Olá LoolaB!!!

    Adorei a sua resenha, achei muito boa, com conteúdo, expressando bem a sua opinião. Acho que as resenhas deves ser assim mesmo, verdadeiras.
    Já ouvi muitas pessoas que não gostaram do livro, e eu não tenho vontade ler por isso, apesar de achar a capa muito legal.

    Beijos,

    Marcelle.
    http://bestherapy.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. adorei sua resenha
    Minha Nossa Senhora dos Desesperados Literários foi ótimo...rs
    Olha, eu já tinha lido só resenhas negativas deste livro, mas ninguém colocava um quote que afirmasse o quanto livro era fraco, e a sua resenha é a primeira coerente que eu leio neste sentido.
    Eu ia comprar a série por causa do preço, mas nem vou perder meu tempo, porque me irrito demais quando a tradução fica sem noção.
    Bjos

    Jack

    ResponderExcluir
  3. Olá Lola!

    Uau! Você arrasou! Arrasou na resenha e arrasou com o livro, huahauahu! Estou maravilhada com a sua sinceridade. É por essas e por outras que sei que posso confiar em você antes de comprar um livro (olha só a responsabilidade! *-*).
    Resenhas com conteúdo, com personalidade e objetividade são raras e você reuniu isso tudo. Essa é a primeira resenha que leio desse livro e, bom... acho que não preciso ler mais nenhuma. Geralmente gosto de ler duas ou três para conhecer diferentes pontos de vista, mas no caso de Strange Angels, duvido que eu possa concordar com outro ponto de vista que não o seu, já que o que alega não tem contestação possível. "Ajeitei os dentes", não dá... A questão da tradução é muito importante para não dizer fundamental. Pé da letra não funciona. São exemplos como esse, de descaso com o leitor, que me incomodam quando eu me deparo com as barreiras inalcançáveis que algumas editoras impõem aos autores nacionais. Se uma editora se dispõe a fazer "milagre" com um livro estrangeiro como esse (que risco brutal!), porque não se dar ao trabalho de preparar originais de um bom escritor brasileiro? Enfim, desculpe o desabafo, mas como leitora, escritora, estudante e futura profissional de produção editorial, não pude me omitir.
    Beijocas,

    Lu
    www.equinocioaprimavera.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Hey Loola!
    Apesar de eu gostar muito dessa série, eu digo que sua resenha está ótima ^^. Agora deixa eu explicar, também acho que grande parte do problema dessa série foi na tradução, a escrita foi confusa e as comparações (bem como frases como essa que você mostrou) não fazem o menor sentido! A Dru realmente pira do nada e nem do Graves eu gostei, eu acho que a autora se enrolou foi com a quantidade de coisas na mitologia do livro. E a sinopse brasileira não tem N-A-D-A a ver com a em inglês. Quero muito ler esse livro em inglês pra ver onde realmente foi o problema. Haha, escrevi um testamento aqui. Se quiser conferir a resenha ta aqui http://www.bookpetit.com/2011/11/strange-angels-strange-angels-1-lili-st.html

    Estava louca pra alguém resenhar esse livro também!

    Beijitos

    ResponderExcluir
  5. Marcelle, meus ollhinhos brilharam aqui ao ler teu comentário, obrigada pelas palavras! Realmente, o livro é lindo por fora o problema é o conteúdo :S Beijão querida, valeu pela visita :*
    ______________________________________________________

    Jacque, o livro realmente tinha tudo para ser um baita livro. Mas algo entre a tradução e a revisão não funcionou e deu no que deu. Um livro total e completamente amador. Obrigada pelo teu comentário, tô saltitando de alegria por você ter achado minha resenha coesa. Obrigada flor! :*

    ____________________________________________________

    Lu, tu não é o Michel Teló, mas assim você me mata. Adorei teu comentário, a questão envolvendo editoras é bem isso o que tu comentou, ás vezes eles acabam pegando traduções apenas porque o livro é bem cotado lá fora, e eles pecam bastante em não abrir espaço de igual para igual com os escritores brasileiros. Muito obrigada mesmo pela confiança na minha opinião *-* Grande beijo linda, me chama para trabalhar contigo no mercado editorial 0/
    ____________________________________________________

    Gabizita, muito obrigada pela tua maturidade literária! E pela sinceridade. Acho que a autora realmente quis dar o passo maior que a perna, e acabou pisando na jaca total. Mas custei a acreditar que a tradução tinha acabado com o livro. Espero um dia ler em inglês para realmente tirar a prova. Adorei teu comentário, vou super correndo ler tua resenha 0/ Beijiinhos :*

    ResponderExcluir
  6. ENFIIIIIIIIIIIIM ACHEI UMA OUTRA BLOGUEIRA CORAJOSA!!!!! Que fala mesmo quando acha o livro ruim! O que tenho visto por aí, é um bando de gente só falando bem de livros...E os mais sem nexo possíveis!!!! Você é das minhas! Toca aqui! o/

    ResponderExcluir
  7. Ai droga, aqui é a Gleice, do Murmúrios Pessoais!!! :D

    @MPessoais
    www.murmuriospessoais.com

    ResponderExcluir
  8. Meus parabéns diva \õ/
    Isso mesmo, Brasil, mostra tua cara.. (♫) haha
    Só deu um presentinho =/
    A história, a tradução, a narração, enfim, o livro, não deve ser muito bom mesmo. Sorry, mas eu não arrisco ler... Só quando eu tiver super despreocupado, etc. hehe Mas é sempre ótimo saber a verdadeira opinião dos leitores ;)
    Pra que mentir em resenha? :)
    Sucesso SEMPRE viu? Abração.

    Ewerton Lenildo – Academia de Leitura
    papeldeumlivro.blogspot.com
    @Papeldeumlivro

    ResponderExcluir
  9. Olá. O livro tem uma capa super linda...mas pelo o que você disse não faz merecer a mesma. Bom, eu nunca li ele, por isso não posso opinar!. Uma pena você não ter gostado.
    Bjus!
    http://palomaviricio.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Nossa gostei de sua resenha é sempre bom dizer a verdade mesmo que não gostou do livro.
    Já tinha visto essa serie em outro blogs, mas nunca fiquei com aquela vontade de ler, agora lendo sua resenha confesso que acho que não vou ler .
    Beijo
    http://marifriend.blogspot.com/
    @Storieandadvic

    ResponderExcluir
  11. Gleice, sua linda, que bom que tu compreende a necessidade de ser sincera, mesmo que para isso tenhamos que dizer com todas as letras que foi uma infeliz perda do meu rico tempo. Enfim, MEGA obrigada por coemntar *_* Beijinhos :*

    _______________________________________________________
    Os comentários do Ewerton seeempre me deixam vermelha ^~^ Porém adoooro tua espontaneidade! Infelizmente o livro deixa a desejar mesmo S: Beijão querido, obrigada por comentar :D

    ______________________________________________________
    Paloma, infelizmente mesmo o livro é lindo por fora. Mas a forma como a autora desepeja história, é muuito confusa. Acaba apagando o brilho que poderia ter. Muito obrigada por comentar ^-^ Beijinhos!

    ______________________________________________________
    Maaari, foi bem difícil para mim aceitar que o livro era realmente ruim, e que eu teria que dizer coisas negativas a respeito dele, mas como mentir né? Tem que ser verdadeira. Que bom que tu curtiu a resenha flor. Obrigada por comentar :*

    ResponderExcluir
  12. ESSA É UMA DAS MELHORES RESENHAS QUE LI EM MEUS 16 ANOS DE VIDA!

    Sério, sua resenha é perfeita! Super coerente e... me fez NÃO querer ler esse livro!

    Definitivamente NÃO irei ler esse livro, ODEIO livro mal revisado, tradução lixo não me desce.

    Agora esse lance de "arrumar os dentes"? OMG! Sem nexo total!

    Tenho vários amigos que também não gostaram, graças a sua resenha esse livro não será mais uma perda de tempo pra mim =D

    beijo beijo

    ResponderExcluir
  13. Babii, meus olhinhos brilharam aqui.Sabe, essa resenha foi um das mais difícieis que fiz na vida, mas sei lá, acho que eu não podia "maquiar" minha opinião, e agradeço por tu confiar na minha resenha. Mega beijo, muito obrigada por comentar :*

    ResponderExcluir
  14. Babii, meus olhinhos brilharam aqui.Sabe, essa resenha foi um das mais difícieis que fiz na vida, mas sei lá, acho que eu não podia "maquiar" minha opinião, e agradeço por tu confiar na minha resenha. Mega beijo, muito obrigada por comentar :*

    ResponderExcluir

Sua opinião alimenta minha criatividade, então você pode contribuir para um blog melhor simplesmente comentando :D Para dúvidas, sugestões ou bater um papo, mande e-mail para agarotadalivraria@gmail.com